sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Socialização de algumas atividades do CI em 2017

1 - Ditado do texto "Talita".


2 - Digitação do texto " Das frutas".


3 - Digitação do texto " Camilão o comilão".

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Redação sobre alimentação.

tema é: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?
Textos motivadores:
Texto I: Reportagem sobre o tema
Texto II:

1239907096138_f

A alternativa orgânica
É comum que se enfatize a importância de uma alimentação saudável em diversos países, porém esse discurso se perde a medida que questões econômicas são pontuadas. O crescimento ou decréscimo monetário nacionais podem ser influenciados por muitos fatores, com destaque para o consumo na indústria alimentícia. O custo de produção influencia diretamente no custo do produto e também nos hábitos de consumo da população.
O aumento do tempo em que as pessoas passam no serviço e a consequente diminuição de tempo livre para outras tarefas impacta no dia a dia em diversos aspectos. A alimentação prática (comumente chamada de Fast Foods) torna-se então um atrativo para muitos. Além disso, tais comidas tendem a possuir mais conservantes e duraram mais tempo que os alimentos orgânicos por exemplo. Mesmo muitas vezes sabendo os malefícios de tal hábito, o homem é direcionado a cumpri-lo e parece não enxergar alternativas viáveis com baixo custo para seguir uma nutrição saudável.
A indústria alimentícia é responsável por grande parte do lucro Produto Interno Bruto do Brasil. Aqueles com grandes áreas produtivas tendem a escolher variedades de frutas, legumes entre outros gêneros que possuam grandes valor comercial, durabilidade e produtividade além de baixos custos de produção e perdas na colheita. Os transgênicos (mais resistentes) associados aos agrotóxicos sintéticos (defesa química) mostram-se economicamente mais eficientes e são assim empregados em larga escala nas plantações.
Os que preferem seguir padrões saudáveis no consumo alimentício encontram dificuldades tanto no custo quanto na oferta de produtos com tais características. Produtos orgânicos possuem preços elevados uma vez que apresentam mais perdas produtivas por conta do não uso de agrotóxicos e de plantas não transgênicas que são mais suscetíveis às intemperes ambientais. O preço aparentemente é o que mais pesa na hora da aquisição e também o menor tempo nas de duração nos estoques caseiros.
O incentivo da produção agrícola orgânica pode ser feito ao se proporcionar por exemplo a redução de impostos ou mesmo o incentivo à capacitação e a aparelhagem desses produtores. Isso iria se refletir na produção nacional, que ao possuir maior oferta resultaria na queda do valor de venda do produto possibilitando o consumo da população que atualmente opta por produtos industrializados que são mais baratos e, por vezes, menos saudáveis.

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo, em norma padrão da língua portuguesa, sobre o tema O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Alimentação saudável

TRABALHO: Importância dos Alimentos e Alimentação Saudável

Os alimentos fornecem substâncias diversas que constituem a “matéria-prima” para a construção das células. As células produzidas permitem o crescimento, o desenvolvimento e a manutenção do organismo pela reposição das células que morrem.
Os alimentos atuam também como “combustíveis” em nosso organismo: algumas moléculas presentes nos alimentos são “queimadas” durante a respiração celular e fornecem energia necessária para a atividade dos órgãos.
Os alimentos que ingerimos geralmente são formados por uma mistura de substâncias. Entre elas, destacam-se a água, os sais minerais, as proteínas os carboidratos, os lipídios e as vitaminas. Todas essas substâncias são necessárias para a manutenção da vida.
Uma alimentação saudável deve fornecer ao organismo, em quantidades necessárias, carboidratos, lipídios, proteínas, vitaminas, sais minerais e água. Além dessa recomendação geral, é necessário ter cuidado com a dieta.

Para uma dieta saudável recomenda-se:
Consumir vegetais, frutas, verduras e legumes da estação (temporada), porque são geralmente mais frescos, além de mais baratos;
Escolher alimentos variados para garantir uma dieta equilibrada em nutrientes, vitaminas, água e sais minerais;
Dar preferência a produtos naturais, ou seja, não industrializados;
Quando não for possível evitar o consumo de alimentos industrializados, ingerir em pequena quantidade e não repeti-los por dias seguidos.

Cada divisão da pirâmide compõe o nível de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, fibras, minerais e água que estamos ingerindo através dos alimentos. Esses possuem grande importância para o funcionamento do organismo, pois é um tipo de combustível para o corpo que faz com que exerça seus deveres de forma correta.

Os carboidratos fornecem energia para o corpo,
As gorduras fornecem energia e auxilia no transporte de vitaminas,
As vitaminas exercem função auxiliar no bom funcionamento do organismo,
As fibras, em geral, normalizam o funcionamento do intestino, controlam a glicose e o colesterol do sangue e ainda dão a sensação de saciedade.
A água hidrata o organismo e auxilia no transporte dos nutrientes.
É importante lembrar que todos os itens que compõem a pirâmide são importantes para o organismo e devem participar da alimentação diária de cada indivíduo. É importante que nas refeições diárias contenha:

Uma porção de 150 Kcal de massa, raízes ou tubérculos,
Uma porção de 15 Kcal de verduras e legumes,
Uma porção de 70 Kcal de frutas,
Uma porção de 70 Kcal de leite ou derivados,
Uma porção de 70 Kcal de leguminosas,
Uma porção de 190 Kcal de carnes,
Uma porção de 70 Kcal de óleos e gorduras,
Uma porção de 110 Kcal de açúcares e doces.
 
A alimentação é vital para o bom funcionamento do organismo e para uma vida saudável. Além de a alimentação ser uma necessidade básica dos seres vivos, ela auxilia na prevenção de algumas doenças, embora o excesso de certos tipos alimentos possa afetar negativamente a saúde. Na época em que vivemos as pessoas precisam ter a consciência de que é necessário saber se alimentar bem para levar uma vida saudável. Muitas pessoas insistem na importância da alimentação porque é importantíssimo para a saúde, embora alguns pensem que é caretice esse assunto. O importante é saber o que comer e a quantidade necessária para a nossa sobrevivência; os seres humanos devem comer para viver e não viver para comer. Na correria do dia a dia das pessoas, muitas vezes as refeições são feitas com pressa, na maioria das vezes as pessoas nem mastigam direito a comida, ou optam por alimentos que são mais práticos como as comidas congeladas, que muitas vezes não fazem bem a saúde. O ideal é começar a praticar a boa alimentação desde pequenos, assim as crianças se acostumam desde cedo com o sabor dos alimentos, mas alimentos saudáveis que proporcionem os nutrientes necessários para o organismo. A alimentação correta pode prevenir até epidemias de gripe.



Água: qual a quantidade diária necessária?

Mariana Fusco Varella
  A água é fundamental para o bom funcionamento do organismo, para o transporte de nutrientes, para a regulação da temperatura corporal, entre outras funções. Mais de 60% do corpo de um ser humano adulto é composto de água.
Quem nunca ouviu dizer que precisamos tomar pelo menos 2 litros de água por dia para que o organismo funcione bem? Mas será que essa é a quantidade adequada para todos os indivíduos? Como saber quanta água devemos ingerir por dia?

Na verdade, a quantidade de água a ser ingerida depende de uma série de fatores que vão desde a quantidade de exercício realizada até a temperatura do ambiente em que estamos.
A seguir, veja alguns fatores que influenciam e determinam a quantidade de água que devemos beber diariamente:
  • Nível de atividade física: Quem corre todos os dias necessita de mais água do que alguém que faz caminhadas três vezes por semana. Portanto, quanto mais intensa a atividade física realizada, maior a quantidade de água necessária. Também é importante tomar água durante e depois das atividades físicas.
  • Clima: Quem mora em cidades quentes precisa de mais água do que quem mora em locais mais frios. Também precisamos de mais água no verão, quando suamos mais e, portanto, perdemos mais água, do que no inverno.
  • Metabolismo: Quem tem um metabolismo mais acelerado necessita de mais água do quem tem o metabolismo mais lento.
  • Peso: Uma pessoa de 100 kg precisa de mais água do uma de 50 kg. Quanto maior o peso, maior a necessidade de água.
  • Dieta: Se você ingere muito sal, vai precisar de mais água do quem come mais frutas e verduras, que são ricas em água.
  • Estado geral: Algumas condições físicas interferem na necessidade de água. Se você tiver febre, por exemplo, deverá aumentar a ingestão de líquidos. A mesma dica vale para quem apresentar episódios de diarreia ou vômitos. Para repor o líquido perdido, opte por caldos e sopas em vez de líquidos açucarados. Algumas doenças, como insuficiência renal, por exemplo, exigem limitação da quantidade de água ingerida.
  • Consumo de álcool: Se for ingerir álcool, procure alternar a bebida alcóolica com água. A dica é tomar um copo de água depois de cada drink,  já que o álcool ajuda a desidratar o organismo.
Para que não reste dúvidas, observe a frequência com que você urina e a cor da sua urina. O ideal é que ela seja amarelo-clara.
Se a urina estiver amarelo-escura e com odor forte e você estiver indo menos vezes do que costuma ao banheiro, é sinal de que está ingerindo pouca água. Tome dois copos de água para se hidratar.
Por outro lado, se estiver urinando muito e a urina estiver límpida, transparente, provavelmente você está ingerindo água em excesso. Tomar muita água, além da necessidade, pode causar diluição do sangue e, em casos extremos, do sódio no organismo.

fonte: https://drauziovarella.com.br/alimentacao/agua-qual-a-quantidade-diaria-necessaria/

Consulte no link a seguir o gibi sobre a Importância da Nutrição:

http://www.brasilzinho.com.br/revista_alimentacao02.html
Fontes:http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Corpo/alimentos.php
http://www.mundoeducacao.com.br/saude-bem-estar/alimentacao-saudavel.htm
http://www.guiabrasilblog.com/a-importancia-dos-alimentos-saudaveis/
http://www.nutricaopraticaesaudavel.com.br/index.php/saude-bem-estar/manter-uma-alimentacao-saudavel-e-equilibrada/
http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/2011/10/dia-mundial-da-alimentacao.html
 
Trabalho

Após ler o texto, responda as questões a seguir:

1. Qual a importância dos alimentos para o corpo humano?

2. Quais os tipos de nutrientes que devem ser ingeridos?

3. Que tipo de dieta alimentar é feita em sua casa? Cite alguns alimentos que você e sua família consomem regularmente.

4. Quais alimentos da pirâmide alimentar você não consome?

5. Na sua opinião, não ingerir esses alimentos pode fazer mal à sua saúde?

6. Que quantidade de água você bebe diariamente? Essa quantidade é suficiente? Por quê?

7. Comente a frase: "Os seres humanos devem comer para viver e não viver para comer."

8. Comente no blog o que achou do trabalho.


Atividade retirada do blog: http://ciencias-hl.blogspot.com.br/2013/04/7-serie-trabalho-importancia-dos.html

quinta-feira, 6 de junho de 2013

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Qual o verdadeiro sentido do Natal?


Natal ou Dia de Natal é um feriado e festival religioso cristão comemorado anualmente em 25 de Dezembro (nos países eslavos e ortodoxos cujos calendários eram baseados no calendário juliano, o Natal é comemorado no dia 7 de janeiro), originalmente destinado a celebrar o nascimento anual do Deus Sol no solstício de inverno (natalis invicti Solis), e adaptado pela Igreja Católica no terceiro século d.C., para permitir a conversão dos povos pagãos sob o domínio do Império Romano, passando a comemorar o nascimento de Jesus de Nazaré. O Natal é o centro dos feriados de fim de ano e da temporada de férias, sendo, no cristianismo, o marco inicial do Ciclo do Natal que dura doze dias.
Embora tradicionalmente seja um feriado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não-cristãos, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo as árvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco, presépios e ilex. Além disso, o Papai Noel (conhecido como Pai Natal em Portugal) é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.
Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo as árvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco, presépios e ilex. Além disso, o Papai Noel (conhecido como Pai Natal em Portugal) é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.
Como a troca de presentes e muitos outros aspectos da festa de Natal envolvem um aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos, a festa tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas. O impacto econômico do Natal é um fator que tem crescido de forma constante ao longo dos últimos séculos em muitas regiões do mundo.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Natal